Quarta, 20 Dezembro 2017 11:41

Sindicab-RR quer regularizar atuação de venezuelanos em salões de beleza Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Jeanne Fernandes, presidente do Sindicab-RR Jeanne Fernandes, presidente do Sindicab-RR Foto: Józimo Macedo

Sindicab-RR quer regularizar...

 A grave crise econômica na Venezuela, que ocasionou o efeito migratório de venezuelanos para outros países, mais precisamente em Roraima, no Brasil, vem crescendo a cada momento. As consequências desse fenômeno também vem gerando vários problemas de ordem social para os estados brasileiros do Norte do país.O aparecimento de doenças, o comércio informal em esquinas e semáforos de Boa Vista, o aumento dos índices de violência, entre outros fatores vem chamando a atenção das autoridades competentes.Porém, de acordo com a presidente do Sindicato dos Barbeiros, Cabeleireiros e Institutos de Beleza para Homens e Mulheres do Estado de Roraima (Sindicab-RR), Jeanne Fernandes, a situação migratória dos venezuelanos já vem afetando o comércio da beleza, e se tornou um problema de ordem sanitária.“São muitas as reclamações de venezuelanos trabalhando de forma irregular em vários salões de beleza do Estado. Vale ressaltar que não é somente o Sindicato que vem sendo notificado sobre esses problemas, mas também o Ministério Público do Estado, Vigilância Sanitária, Ministério do Trabalho, entre outros órgãos de fiscalização”, informou.A presidente Jeanne Fernandes afirmou ainda que, recentemente esteve participando de uma reunião com representantes ANVISA e do Ministério do Trabalho, em que obteve a informação do fechamento de mais de 16 salões, em bairros como o Pintolândia e Raiar do Sol. “Todos esses estabelecimentos fechados tinham cabeleireiros atuando de forma irregular, sem comprovação de que eram profissionais, bem como utilizavam instrumentos sem a utilização de autoclave, entre outros aparelhos de esterilização. É uma questão de saúde, pois é sabido que há um aumento nos casos de Hepatite C em nosso Estado”, alegou.A presidente falou da parceria firmada entre o Sindicab-RR, o Ministério do Trabalho, Polícia Federal, Sebrae-RR, no intuito de resolver a vida dessas pessoas.“Não queremos prejudicar ninguém, mas é necessários que se regularizem e procurem atuar no ramo de forma correta. Vamos conceder um certificado para facilitar a vida profissional desses venezuelanos, bem como oferecer no futuro, cursos de qualificação profissional”. “Queremos também regularizar sua situação no Sindicato, pois temos parceria com o Sebrae-RR. Estamos conseguindo junto a Policia Federal, uma declaração para o Sindicab, Sebrae e Ministério do Trabalho para que eles se tornem micro e pequenos empreendedores”.Jeanne finalizou destacando a parceria com o Sindicato dos Cabeleireiros de Manaus para que seja instalado o ‘Salão Parceiro’. “Trata-se de um projeto que se tornou sucesso no Amazonas. Ele contará com um sindicato laboral e patronal. Com isso, não haverá problemas no que diz respeito a legalização trabalhista de cada profissional”, explicou Jeanne agradecendo o apoio que o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Roraima (Fecomércio-RR), Ademir dos Santos vem prestando a classe.

Ler 281 vezes